CIRURGIA PLÁSTICA

Perdi peso e minhas mamas se tornaram pequenas e flácidas. O que fazer?

As mamas possuem em sua anatomia uma porção glandular, responsável pela produção do leite no período de amamentação, e uma parte gordurosa, que preenche volume. A porção glandular modifica-se bastante durante o período de amamentação porque as glândulas se tornar cheias de leite.

Algumas pacientes apresentam volumes muito acentuados neste período podendo surgir estrias ou outras anormalidades. Entretanto, esta parte glandular modifica-se pouco com a perda ponderal (peso).

A parte gordurosa da mama não se acentua muito com a lactação, mas altera, acentuadamente, com a variação ponderal (emagrece e engorda e vice-versa).

Por isso, pacientes com excesso de peso podem apresentar mamas grandes basicamente por apresentarem gordura redundante.

Quando ocorre uma grande perda ponderal, esta perda acontecerá também nas mamas podendo torná-las flácidas e com volume reduzido.

Para resolver esta frequente queixa, a cirurgia plástica possui basicamente duas técnicas de mamoplastia.

A primeira, que faz a inclusão de prótese de mama que aumenta o volume e melhora a forma, chama-se Mastoplastia de Aumento. A segunda, onde é possível retirar o excesso de pele e melhorar o contorno das mamas, chama-se Mastopexia, com ou sem próteses.

Cada técnica precisa ser discutida individualmente com um cirurgião plástico com título de especialista pela SBCP.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.