CIRURGIA PLÁSTICA

Motivos para se evitar o consumo de álcool antes da cirurgia plástica

Aqui estão seis razões pelas quais você não deve misturar álcool e cirurgia plástica:

1. Aumento do inchaço: Depois de se submeter a uma cirurgia, você quer que o seu corpo fique do tamanho desejado o mais rápido possível. No entanto, o consumo de álcool alarga os vasos sanguíneos, provocando o inchaço. Pacientes que fizeram uma rinoplastia devem ter cuidado redobrado, pois o nariz é especialmente suscetível ao inchaço.

2. Sangramento: Todas as cirurgias invasivas requerem um período de recuperação, e apenas o álcool tende a impedir esse processo. Com o sangue diluído, os pacientes que ingerem bebida alcoólica no pós-operatório correm mais risco de ter um sangramento e uma recuperação prolongada.

3. Suscetibilidade à dor: Pacientes que ingerem álcool frequentemente podem achar que medicamentos para a dor não funcionam tão bem ou não têm efeito duradouro.

4. Bebida alcoólica pode fazer com que medicamentos tornem-se perigosos: Além do álcool entorpecer os efeitos de uma medicação, cirurgiões advertem que a bebida pode interagir com a dor e outras medicações, tornando-as prejudiciais e até mesmo perigosas para o organismo. Priorize a prescrição médica ao invés da bebida.

5. Desidratação da pele: Quando consumidos bebida em excesso, o álcool faz com que urinemos mais, que por sua vez leva à desidratação e pele seca. Para melhores resultados, muitos médicos recomendam a abstenção de álcool nas duas semanas antecedentes e posteriores a uma cirurgia, embora este prazo possa variar de acordo com o procedimento.

6. Queda da imunidade: O uso excessivo de bebida alcoólica pode levar uma diminuição das defesas do organismo deixando-o mais susceptível a infecções.

Fonte: SBCP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.