LIPOASPIRAÇÃO

Lipoaspiração

Lipoaspiração ou Lipo é uma técnica cirúrgica empregada para retirada de gordura do tecido subcutâneo (tecido abaixo da pele) da(o) paciente.

Sobre

A Lipoaspiração retira a gordura localizada proporcionando uma forma corporal mais harmoniosa e sensual. A produção da silhueta (ou cintura) traz grande satisfação às pacientes. Já os homens têm procurado o cirurgião plástico para retirar, principalmente, a gordura abdominal.

Existem vários sinônimos para a cirurgia que variam de acordo com a técnica empregada, a quantidade de gordura aspirada, o tipo de anestesia e solução utilizada.

É uma das cirurgias mais realizadas no Brasil, junto às cirurgias de mamas. O aperfeiçoamento técnico do cirurgião plástico, a utilização de soluções específicas para o procedimento, a evolução da anestesia e a sua realização em ambiente hospitalar contribuíram para o aumento exponencial desta cirurgia nas últimas décadas.

É indicada para retirada de gordura localizada e não para emagrecimento. Pode ser realizada em diversas regiões do corpo como abdome, flancos, dorso, culotes, coxas, braços e papada (mento).

Solicitam-se exames de rotina no pré-operatório. Pode-se utilizar anestesia geral, peridural ou local com sedação. A duração do procedimento depende da extensão da região corporal a ser tratada. Varia de 1 a 4 horas. Estimula-se a(o) paciente a andar logo após a cirurgia e ela(e) pode ter alta com 12 a 24 horas.

As(os) pacientes que têm problemas médicos significativos, que têm pele com tônus ruim ou inelástica e os que usam anticoagulantes não devem se submeter à Lipoaspiração.

A cicatriz é pequena e geralmente fica escondida sob a roupa íntima ou em regiões de dobras. A drenagem linfática é fundamental no pós-operatório. Deve-se usar modelador pós-cirúrgico por 2 meses. A(o) paciente pode retornar ao trabalho a partir do terceiro dia da cirurgia. Isto depende de algumas variáveis como o tamanho da cirurgia e o tipo de trabalho realizado. Deve-se evitar sol enquanto o roxo da pele (equimose) estiver presente. Este desaparece com 1 a 3 semanas.

Lipoaspiração
Lipoaspiração

Sinopse

Procedimento: Lipoaspiração ou Lipo ou Lipossucção ou Lipoescultura.

Indicação: Gordura localizada em abdome, flancos, dorso, culotes, coxas, papada (mento), tórax e braços.

Anestesia: Local com sedação, peridural ou geral. Sempre com anestesiologista.

Duração: Em média 2 horas. Varia com a extensão da lipo. Sempre em centro cirúrgico.

Cicatriz: Pequenas e escondidas sob a roupa íntima.

Recuperação: Retorno ao convívio social com 2 semanas em média.

Recomendações: Cinta compressiva e drenagem linfática são fundamentais.

Importante: Evitar exposição ao sol nas primeiras semanas.

Cirurgias Plásticas relacionadas:
Lipoaspiração de Papada
Ginecomastia
Abdominoplastia
Gluteoplastia
Lipoescultura

Cirurgias Pós-Bariátricas relacionadas:
Abdominoplastia Após Gastroplastia
Abdominoplastia em Flor de Liz ou Âncora
Braquioplastia
Dermolipectomia Crural
Puboplastia
Toracoplastia
Torsoplastia

Procedimento Estético relacionado:
Subcision


Perguntas Frequentes

  • Dependendo da extensão das áreas a serem tratadas, o tempo varia de 1 a 4 horas, podendo ser ultrapassado em alguns casos.

  • Anestesia geral, peridural ou local assistida.

  • Entre o 4º ao 7º dia.

  • Geralmente no dia seguinte à cirurgia.

  • Dependendo da extensão da área aspirada e do tipo de anestesia, o período de internação poderá variar de algumas horas até 1 dia.

  • Geralmente de baixa intensidade. Uma lipoaspiração de evolução normal não deve apresentar dor, desde que obedecidas as orientações pós-operatórias. Eventuais incômodos são resolvidos com a utilização de analgésicos e anti-inflamatórios.

  • Raramente a lipoaspiração traz sérias complicações, desde que realizada dentro de critérios técnicos. Isto se deve ao fato de se preparar convenientemente cada paciente para o ato operatório, mesmo quando há a conveniência de associação desta cirurgia simultaneamente a outras. O perigo não é maior nem menor que qualquer outra cirurgia eletiva, ou mesmo uma viagem de avião ou de automóvel, e até o simples atravessar de uma rua. Entretanto, é importante levar em conta, que grandes volumes retirados poderão determinar riscos, tanto no ato operatório quanto no pós-operatório. É consenso, na Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), que o volume total de gordura a ser retirado por sessão não ultrapasse a 5 a 7% do peso corporal. Você receberá informações detalhadas sobre o volume ideal para o seu caso na consulta médica.

  • Sim, é essencial a drenagem linfática pós-lipoaspiração. Pode ser iniciada no primeiro dia após a cirurgia.

  • De 4 a 8 semanas.

  • O resultado poderá ser preservado, desde que na nova gestação seu peso seja controlado, de preferência, por especialista. Se você voltar ao seu peso anterior e sua pele não apresentar flacidez e estrias decorrentes da gravidez, as formas obtidas serão mantidas. Vale salientar, entretanto, que o corpo da mulher sofre variações da forma com o decorrer do tempo devido à disposição da gordura nas diversas áreas corporais, principalmente no abdome, quadril e coxas. Assim é que, a cada 5 ou 10 anos, a disposição da gordura no corpo muda de pessoa para pessoa. Mesmo assim, aquele excesso retirado nas áreas devidas sempre proporcionará uma melhor evolução mesmo que você venha a ganhar certo peso.

  • Geralmente sim. Dependendo do seu tipo de tronco (conjunto tórax + abdome), pode-se ter um resultado bastante natural. Também tem grande importância, sob este aspecto, a espessura do panículo adiposo (espessura da gordura) que reveste o corpo.

  • Sendo uma cirurgia que retira determinada quantidade de gordura, evidentemente haverá uma redução no peso, que varia de acordo com o volume corporal de cada paciente. Não são, entretanto, os quilos retirados que definirão o resultado estético, mas sim as proporções que cada área determinada mantenha com o restante do tronco e os membros. As mulheres que apresentam certo abaulamento no abdome ou em outras partes do tronco, assim como nos quadris e parte superior das coxas, poderão ter uma pele firme ou eventualmente flácida. A avaliação correta da qualidade da elasticidade da pele, quantidade de gordura e sua localização permite avaliar o resultado.

    Há casos, em que a(o) paciente está com o peso acima do normal. Recomendamos um equilíbrio antes da cirurgia, o que nos leva a aconselhar àquelas(es) que assim se apresentem a prosseguir com um tratamento clínico ou fisioterápico prévio. Existem casos em que se retira gordura de certas áreas e a reinjeta sob condições assépticas em outras regiões que necessitam aumentar seu volume. Parte dessa gordura poderá se reabsorver. É impossível se prever o percentual de permanência dessa gordura. Entretanto, são dedicados cuidados especiais no tratamento dessa gordura, a fim de propiciar maior possibilidade de sucesso.

  • Nas primeiras semanas - ou mesmo meses -, essas áreas, além de estar sujeitas a períodos de inchaços, poderão apresentar alguns pontos mais densos que outros. Geralmente, só são perceptíveis à palpação e tendem a desaparecer após o 3º mês. Com o decorrer dos meses, tendo-se realizado as devidas drenagens linfáticas e os exercícios orientados para modelagem, vai-se gradativamente atingindo o resultado definitivo. Nunca se deve considerar como definitivo qualquer resultado, antes de 6 a 9 meses do pós-operatório.

  • Até que se consiga atingir o resultado almejado, diversas fases são características deste tipo de cirurgia. Entretanto, poderá ocorrer alguma preocupação no sentido de desejar atingir o resultado final antes do tempo previsto. Seja paciente, pois seu organismo se encarregará de dissipar todos os pequenos transtornos intermediários que, infalivelmente, chamarão a atenção de alguma de suas amigas que não se furtará à observação: será que isto vai desaparecer mesmo? É evidente que toda e qualquer preocupação de sua parte deverá ser transmitida à nossa equipe e daremos todos os esclarecimentos necessários para sua tranquilidade.

    Em tempo: em algumas pacientes ocorre certa ansiedade nessa fase decorrente do aspecto transitório. Isto é passageiro e geralmente reflete o desejo de se atingir o resultado final o quanto antes. Lembre-se que nenhum resultado deverá ser considerado como definitivo antes dos 6 aos 9 meses. Condutas complementares em academias, com esteticistas ou mesmo fisioterapeutas, poderão melhorar bastante o resultado final, pois a modelagem muscular é um fator de grande importância no novo contorno corporal.

  • As cicatrizes resultantes de uma lipoaspiração são mínimas, localizadas em diversas partes do corpo, de modo a permitir acesso às áreas a serem operadas. Seu tamanho varia entre 5 a 8 milímetros e são planejadas para ficar pouco visíveis. São escondidas nas pregas naturais e ficam praticamente imperceptíveis.

  • Esta escolha é livre. Seu manequim e seu gosto dirão!

Lipoaspiração

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.