CIRURGIA PLÁSTICACIRURGIA REPARADORADICA

7 dicas básicas para escolher um cirurgião plástico

Veja algumas dicas importantes antes de escolher seu cirurgião plástico:

1. Cirurgião Plástico – O cirurgião plástico precisa ter sua especialização e certificação em cirurgia plástica reconhecidas pelas entidades competentes. Para ser cirurgião plástico no Brasil, são necessários pelo menos 11 anos de estudo com muitas provas e certificações. No Brasil, a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), o Ministério da Educação e Cultura (MEC), a Associação Médica Brasileira (AMB) e os Conselhos Regionais de Medicina (CRMs) são as entidades que reconhecem o médico como um cirurgião plástico especialista. Você pode visitar o site destas entidades e pesquisar se seu cirurgião é membro delas.

2. Filiação – A filiação nas sociedades da cirurgia plástica. No Brasil, a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) é a associação que certifica o cirurgião plástico, que promove congressos, jornadas e cursos.

3. Experiência – Tempo de experiência em cirurgião plástica, número de procedimentos realizados, número de procedimentos da cirurgia plástica realizados, número de procedimentos específicos realizados e formação também são importantes.

4. Confiança – Relação pessoal e confiança. Converse com os pacientes que já operaram com o cirurgião plástico e descubra suas experiências.

5. Segurança – As cirurgias plásticas devem ser realizadas em ambiente hospitalar que ofereça todas as condições de segurança necessárias para o procedimento.

6. Consultas – Uma consulta detalhada para entender os anseios do paciente, suas queixas e seus desejos é o primeiro passo para o sucesso de sua cirurgia. O cirurgião deve ser calmo, explicar tudo de maneira clara e com linguagem acessível para o paciente, ser organizado e educado. Um exame físico minucioso e exames pré-operatórios também são rotinas em uma boa consulta médica. Uma consulta inicial rápida usualmente é insuficiente para obter todos as informações importantes para a cirurgia.

7. Preço – Cuidado com os cirurgiões que são excessivamente baratos. Isto pode ser um indício de que ele tem poucos paciente ou que diminui a qualidade de seu serviço. Verifique se opera com equipe completa, se os hospitais que atende são de primeira linha e se os materiais que utiliza são de qualidade.
Por outro lado preços muito elevados não necessariamente significam alta qualidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.