CIRURGIA PLÁSTICA

5 perguntas importantes sobre mamoplastia redutora que você deveria conhecer

A Mamoplastia Redutora ou Mastoplastia Redutora é a cirurgia plástica para reduzir o volume das mamas e dar-lhes forma.

Conheça 5 perguntas e respostas importantes sobre este procedimento:

1) Quais as principais queixas das mulheres que têm mamas grandes?
Queixas físicas: sulco nos ombros, dor nas costas / ombros / pescoço, mastodinia (dor nevrálgica da mama), maceração / infecção da região inframamária, sequela neurológica secundária relacionada a problemas cervicais e dificuldade de achar roupas que vistam bem e sejam atrativas. Queixas respiratórias também podem estar associadas à hipertrofia das mamas.
Queixas psicológicas: vergonha, sentimentos de desvalorização (não se acha atraente), autoestima, desconforto para exercícios, perda de atrativo sexual e feminilidade.

2) Em que idade a redução mamária deve ser realizada?
Idealmente, deve-se esperar que a paciente adquira completa maturação da mama, geralmente muitos anos após o início da menstruação. Entretanto, se mamas muito acima do tamanho interferem com as atividades da paciente e com sua autoestima, o procedimento pode ser realizado mais precocemente. A paciente e sua família devem entender que o procedimento pode necessitar ser repetido se a mama continuar a crescer. Também devem estar cientes da extensão das cicatrizes e da potencial perda da sensibilidade e da capacidade de lactação.

3) A amamentação é possível após a redução mamária?
Sim, dependendo da técnica. Obviamente, os procedimentos que deixam a glândula subjacente aderida ao mamilo têm muito mais probabilidade de ter sucesso na preservação da capacidade de amamentação. Em um estudo, cem por cento das mulheres que ficaram grávidas após reduções por pedículo inferior tiveram lactação, embora 65% não tenham amamentado por várias outras razões. Entretanto, outros estudos mostram que uma pequena percentagem não conseguiu amamentar.

4) Os drenos são necessários?
Muitos cirurgiões não usam, outros usam por alguns dias (até que a drenagem chegue até certo nível), enquanto outros removem-nos na manhã seguinte. Nenhum estudo feito conseguiu provar cientificamente os benefícios ou não do seu uso.

5) As paciente ficam satisfeitas com os resultados?
Os estudos mostram esse procedimento tem excelente satisfação a longo prazo, apesar das cicatrizes. Na maioria dos estudos, mais de 95% das pacientes fariam a cirurgia de novo e a recomendariam a outras. As pacientes nestes estudos ficaram mais confortáveis comprando roupas e fazendo exercícios e se sentiram melhores com sua autoimagem. A maioria relatou uma diminuição pós-operatória nos sintomas físicos.

Fonte: Plastic Surgery Secrets: Jeffrey Weinzweig, MD. 2001

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.